Visitando o Grand Canyon

loremipsum // 3 de janeiro de 2017

Como você já está sabendo a minha mãe está por aqui e por isso fizemos um roteiro pequeno para ela conhecer os pontos turísticos que ficam próximos a Chandler.

Escolhemos então para o nosso primeiro dia do ano sair bem cedinho, às 4:00 da manhã, e ir para o Grand Canyon. Lembrando que o vídeo vai estar em breve lá no canal no youtube 😀

A minha sogra, muito da animada, ficou a noite toda fazendo esfihas, bolos e quitutes para a gente poder se matar de comer durante todo o caminho hahahaha.

Nós alugamos um carro beeeeeem grande para poder caber todo mundo, pegamos todas as nossas tralhas, entramos no carro e bora para aestrada.

A Valentina entrou no carro, olhou para todo mundo, deu um salve e capotou até a nossa primeira parada que foi em Flagstaff.

Quase chegando em Flagstaff começou a nevar muito, o que para mim foi como se eu fosse paga por Hollywood para estar naquela cena de filme hahahahaha.

Dá um pouco de medo porque você vê que todos os carros estão indo muuuito devagar e como era muito cedo a estrada estava cheia de neve, não tinha dado tempo dos carros que passam limpando fazer o trabalho.

Paramos em um posto para esticar as pernocas e comprar o chocolate quente de todas as viagens e seguimos para o Grand Canyon, mas ainda antes de chegar no destino final não resistimos e paramos em uma lojinha com muitos itens legais feitos por várias tribos indígenas aqui dos Estados Unidos. FAAAANTÁSTICO!!!

Para quem nunca teve a oportunidade de estar no Grand Canyon, ele é como se fosse um parque muito grande… é na verdade uma reserva e para entrar você precisa pagar. Pagamos USD30,00 (por carro) que valia como entrada por 7 dias. No nosso caso seria só uma visita de algumas horas mesmo rs…

Assim que você entra recebe um mapa mostrando a imensidão que é tudo aquilo e assim fica mais fácil escolher para que parte você quer ir.

Como estava nevando muito nós não ficamos muito tempo lá, passamos no Grand Canyon Village que tem uma vista maravilhosa e uma pedra que você pode subir em cima para tirar uma foto sua aparecendo toda aquela maravilha 😀

Passamos também no Desert View que é tipo uma torre que dá para ver parte do Grand Canyon lá de cima. Nesta hora a Tina estava dormindo então eu escolhi ficar no carro com ela porque eu já tinha conhecido lá da outra vez.

É um lugar muito lindo, mas apesar de toda a proteção, tem lá seus riscos então como mãe dá um desespero deixar a Tina livre leve e solta por. Sem pensar nos olhares de desaprovação (cada um cuida da sua vida já dizia a minha avó 😉 ), colocamos a famosa “coleira” rs… Ela entrou na brincadeira e disse que era um cachorrinho kkkkk

Eu nunca tinha visto o Canyon com neve e fiquei impressionada, é muito lindo e eu me senti abençoada por poder estar lá e ver que mesmo em um mundo tão destruído pelo homem Deus nos proporciona coisas lindas da natureza.

O nosso dia acabou em Flagstaff enchendo a barriga de cebola do Outback rs…. que aliás é bem, mas bem igualzinho o que temos no Brasil.

Teve paciência de ler todo este meu relato? Agora aproveito as fotos para ficar mais real aí na sua cabecinha 😀

Um beijo enorme!

tamires_heredia_001

tamires_heredia_002

tamires_heredia_003

tamires_heredia_004

tamires_heredia_005

tamires_heredia_006

tamires_heredia_007

tamires_heredia_008

tamires_heredia_009

tamires_heredia_010

tamires_heredia_011

tamires_heredia_012

tamires_heredia_013

tamires_heredia_014

tamires_heredia_015

tamires_heredia_016

tamires_heredia_017

tamires_heredia_018

tamires_heredia_019