5 Razões para você começar a preparar uma mesa especial para as refeições em família

loremipsum // 22 de julho de 2019

11951794_938796902846326_1871203778176409950_n

 

Nem acredito que já se passou um mês desde que escrevi pra vocês.

E é incrível como essa sensação de que o tempo está voando tem invadido todas as áreas da nossa vida, especialmente a maternidade.
Num dia estamos felizes com os primeiros passinhos do bebê e pouco tempo depois estamos vendo eles darem passos para longe de casa, para conquistar os sonhos… e na verdade nem vou me demorar muito nesse assunto pois estou vivendo essa fase exatamente agora enquanto escrevo pra vocês.  O fato é que não temos poder sobre o tempo, mas temos poder sobre como vamos utilizá-lo e mais ainda, temos o poder de criar memórias inesquecíveis e isso pode ser criado mesmo que tenhamos pouco tempo.

E foi na correria de ser a esposa que trabalha em período integral, sem uma secretaria do lar, com um esposo que trabalhava em 2 empregos (toda vez que falo isso lembro da Rochelle do seriado “Todo mundo odeia o Cris”… kkkk) mãe de 2 filhos em idade escolar e sem nenhuma força pra nada, que eu li o livro “A experiência da mesa” e desde então, toda semana, na sexta feira a noite, preparo uma mesa especial para uma refeição com a família. E isso definitivamente, estreitou os nossos laços familiares.

Sendo assim, quero incentivar você a viver experiências marcantes com sua família á mesa, por isso hoje vou dar 5 razões para você começar a preparar uma mesa especial para as refeições em família:

1) Toda vez que você se senta a mesa, Deus está presente.
A primeira vez que a palavra mesa aparece na Bíblia é em Êxodo 25. Nesse capítulo, Deus dá a Moisés instruções bem detalhadas sobre os móveis que deveriam ser colocados no tabernáculo.
E desde essa citação até Apocalipse, a bíblia está recheada de histórias especiais a mesa.
Especialmente no Novo Testamento vemos que Jesus amava sentar a mesa com seus amigos, discípulos e também desconhecidos. E isso era tão evidente que Ele foi acusado de sentar a mesa com publicanos e pecadores (Marcos 2:16 e 17)
“Quando separamos tempo para reunir a família em volta da mesa, a presença de Deus nos encontra ali, e Ele é capaz de operar no coração humano aquilo que não somos capazes.” Devi Titus
Quando li essa frase no livro fiquei extremamente feliz, pois inúmeras vezes tentei, sem sucesso, descobrir o que se passava no coração de cada um da minha família. E agora eu não precisava tentar descobrir, eu só precisava preparar a mesa para que Deus óperas de no coração deles e principalmente no meu.
“Essa presença divina à mesa vai além do que fazemos ou dizemos. Não importa quem somos ou o que fizemos. A Bíblia nos diz que Deus atua pela graça, mediante a fé (Ef 2:8), e sentar se à mesa é um passo de fé, com a confiança de que o Senhor se encontrará conosco lá. Quando fazemos a nossa parte e nós assentamos à mesa, seja com familiares e amigos, seja a sós, Deus se encontra conosco e atua em nosso coração. Nosso coração é formado e moldado com seu amor e sua paz à medida que aceitamos uns aos outros – uma fusão de relacionamentos exala.” Devi Titus

2) Por que à mesa desenvolvemos habilidades e ensinamos valores que serão usados por toda vida.
Saber dividir, saber servir, esperar sua vez para falar… muitas vezes nos deparamos com adultos que tem dificuldades nessas pequenas ações.
Mas toda vez que sentamos à mesa temos a oportunidade de praticar esses pequenos gestos e inculcar essas ações na mente dos nossos filhos.
Pode parecer algo que não faz sentido para você agora, mas pense no seu filho por pelo menos 10 anos, todos os dias sentando à mesa por 3 vezes e tendo que servir o alimento que está longe do irmão, tendo que esperar a vez do papai contar como foi o dia, ou esperar a mamãe dar alguma orientação importante, para depois poder contar todo ansioso o que aprendeu na escola naquele dia, ou ainda, tendo que dividir o alimento, não podendo comer a quantidade que deseja.
Pequenos gestos, feitos repetidas vezes, podem se transformar em bons hábitos levados para a vida profissional, para os relacionamentos.
“A mesa de jantar é o único lugar em que a família se senta a um metro de distância, face a face, e conversa de trinta minutos a uma hora. É o lugar em que a alma é alimentada e o caráter, formado.” Devi Titus.
Não desperdice essa oportunidade de ouro!

3) Por que quando você prepara a mesa de forma especial, a mensagem que você transmite é: você é importante pra mim é eu honro a sua vida.
Quando nos casamos, geralmente a responsabilidade pelo preparo das refeições ou então a compra do alimento, fica por conta de nós mulheres.
E sabemos que não tem como fugir dessa tarefa, pois nos alimentamos e temos que alimentar nossa família todos os dias.
E muitas vezes o cansaço das atividades do dia, fica estampado no nosso rosto ao preparamos as refeições ou ainda fica estampado no sabor da comida…rs
Você pode até não falar nada, mas sua família percebe isso.
E quando mesmo cansada, você prepara a refeição e ainda prepara a mesa de forma especial isso surpreende sua família de forma positiva e mesmo que eles não comentem, a idéia que é passada é de que eles são muito importantes para você.
Que você não se preocupa somente em saciar a fome, mas em demonstrar carinho e amor, para que eles se sintam acolhidos enquanto se alimentam.
“A experiência da mesa não se limita àquilo que comemos, mas também inclui nossa saúde emocional, espiritual e física.” Devi Titus

4) “Outro motivo para fazer as refeições familiares à mesa é que, quando a alimentação consiste numa atividade social que acontece em momentos pré definidos, num ambiente específico, temos a tendência de comer porções apropriadas, reduzindo o risco de distúrbios alimentares e obesidade.
Como Weinstein resalta:
Quando recebemos porção razoável junto com todos da família, aprendemos o que é uma quantidade moderada de comida. Se conversamos enquanto comemos, é menos provável nos alimentarmos rápido demais e em excesso.
Quando os pais são exemplos de hábitos de comer alimentos nutritivos em quantidades adequadas como uma parte normal e feliz da vida cotidiana, os filhos têm menos chance de desenvolver uma relação inapropriada com a comida ou de eliminar grupos alimentares inteiros como forma de controle de peso, o que pode levar a disfunções alimentares. As crianças aprendem com o que fazemos.
Portanto, se planos refeições, estamos sempre de dieta, beliscando em frente a televisão ou passamos fome o dia inteiro para nos entupir de comida a noite, serão esses tipos de hábitos alimentares que nossos filhos tenderão a adotar.” Devi Titus

5) Por que seus filhos vão amar!
Quando comecei a fazer a experiência da mesa, meus filhos tinhas por volta de 10 e 11 anos.
E a cada refeição eles ficavam mais felizes com a maneira que tudo se tornava especial na refeição do por do sol, na sexta a noite.
Até que um dia, quando cheguei em casa do trabalho, a mesa já estava preparada de forma especial, com tudo que tinha direito, de sousplats a taças de cristal. Fiquei tão surpresa e feliz! Eu nunca havia explicado como montar uma mesa, mas meus filhos observavam tudo a cada refeição. E a Juliana montou a primeira mesa parecendo que conhecia muito do assunto, de tão linda que ficou.

E logo depois o Gustavo também começou a preparar a mesa. Deu até briga pra saber quem iria montar…rs… até que chegamos num acordo e começamos um rodízio entre os dois, de forma que eu já não precisava mais me preocupar com essa parte da refeição.
Eles se sentiam tão amados nesses momentos à mesa, que começaram a pedir alguns itens de mesa posta emprestados para preparar a mesa na casa dos amigos, em ocasiões especiais.
E pasmem, o primeiro a fazer isso foi o Gustavo. Um amigo ia fazer aniversário e a mãe convidou os amigos mais próximos para tomar um lanche na casa do aniversariante e lá foi o Gustavo cheio de caixas para montar uma mesa especial e fazer o amigo se sentir amado.

Te convenci depois de tudo isso? Espero que sim…rsrs… mas caso você não veja a experiência da mesa como uma opção pra você por conta da correria que vive ou qualquer outro motivo, te desafio a ter uma conversa com Deus a respeito disso e deixar que Ele te convença e te use para ser uma benção na vida da sua família através da mesa.

 

 

escrito por